15 C
Bruxelas
10 Agosto 2022

Vicente Moura acusa poder político de ser “altamente incompetente”

Clique para ampliar O presidente do Comité Olímpico de Portugal (COP), Vicente Moura, acusa o poder político de ter sido “altamente incompetente” nos últimos 30 anos e diz que, por essa razão, Portugal “não é um país desportivamente evoluído”.

“Portugal (…) não é um país desportivamente evoluído. Não temos sistema desportivo integrado, digno desse nome, não detetamos talentos, que é algo quase impensável em termos europeus e mundiais, temos muito poucos atletas, não temos desporto escolar”, resumiu Vicente Moura em entrevista à agência Lusa.

Presidente do COP desde 1997 e a terminar o quarto e último mandato, Vicente Moura entende que o país regrediu nos últimos quatro anos, porque os sucessivos governos “não fizeram o que têm de fazer”, e teme que piore a caminho dos Jogos do Rio de Janeiro, em 2016.

“O poder político, em termos desportivos, tem sido altamente incompetente”, acusou.

O dirigente de 75 anos, que passou uma primeira vez pela presidência do COP entre 1990 e 1992, reconhece que, depois do 25 de abril de 1974, o panorama melhorou com a crescente profissionalização de atletas e de treinadores, mas lamenta que o salto qualitativo seja “focado em dois, três, quatro, cinco atletas”.

“Temos vivido de exceções. Claro que tudo isto não é absoluto, há federações que trabalham bem. Mas estamos à mercê de funcionamento ocasional”, sublinhou.

Ler mais em: http://www.cmjornal.xl.pt/detalhe/noticias/ultima-hora/vicente-moura-acusa-poder-politico-de-ser-altamente-incompetente

Artigos relacionados

Últimos artigos