25.5 C
Bruxelas
18 Agosto 2022

Universidade do Minho acolhe cultura russa

Clique para ampliar O primeiro Gabinete Mundo Russo em Portugal foi inaugurado na Universidade do Minho, que o reitor espera que seja “um catalisador” para “intercâmbios de conhecimento”.

A Fundação Mundo Russo tem como principal objetivo a promoção da língua e da cultura russas no mundo, contando, para já com 57 gabinetes em vários países.

“Esta é um projeto importante para a universidade pois representa mais acesso a um mundo e cultura de referência em áreas como teatro, música ou literatura”, afirmou o reitor da Universidade do Minho (UMinho), António Cunha.

Na academia minhota existem cursos livres de russo há cerca de 20 anos e nos últimos anos o ensino do russo faz parte de licenciaturas de áreas de engenharia, línguas e ciências humanas, tendo sido instituídos vários protocolos com universidades russas para intercâmbio de estudantes e professores.

“A abertura deste Gabinete reforça a capacidade do ensino do russo e apoio aos estudantes”, referiu o reitor apontando como desejo que “seja também um catalisador para que esta cooperação e intercâmbio de conhecimento se alargue a outras áreas”.

Em representação da Federação da Rússia na República Portuguesa, Alexander Nuralov, conselheiro da embaixada russa em Portugal, frisou que “este é um passo importante que vai contribuir para aproximação dos dois povos”.

Segundo Nuralov, “os frequentadores deste gabinete vão encontrar muitas semelhanças de carácter entre portugueses e russos e também semelhanças na língua e cultura”.

O representante aproveitou ainda para dar conta que a embaixada russa “valoriza muito o empenho da UMinho na divulgação da língua e cultura russa”.

O Gabinete Mundo Russo está agora instalado no Instituto de Letras e Ciências Humanas, na UMinho, polo de Braga.

FONTE: Bomdia.lu

Artigos relacionados

Últimos artigos