28.6 C
Bruxelas
10 Agosto 2022

Uma vitória que nem deu para aquecer

Clique para ampliar O Benfica respondeu à goleada do FC Porto em Guimarães com apenas menos um golo ao outro Vitória, na partida mais fácil e menos disputada da época no Estádio da Luz. Numa noite muito fria e pouco estimulada pela fraca oposição, a equipa de Jorge Jesus limitou-se a aproveitar as oportunidades, num regime de poupança de esforço, e o jogo nem chegou a aquecer.

Velocidade baixa, muitos passes errados, poucas situações de desequilíbrio ofensivo, mas nem por isso qualquer problema ou dificuldade. O Vitória foi sempre um adversário pouco motivado, nada agressivo e com dificuldade em tapar os corredores sempre que o Benfica acelerava ligeiramente o andamento.

Sem vários titulares importantes, como Matic e Cardozo, e com uma ala esquerda menos rodada (Luisinho e Ola John), o Benfica teve uma entrada muito prometedora em jogo, chegou rapidamente ao golo, por Enzo Pérez, mas logo a seguir abrandou e deu lugar à primeira parte mais confu-sa e menos interessante das últimas semanas.

Só na fase final do primeiro tempo se registou uma aceleração das ações ofensivas, mas a atuação frouxa e desgarrada frente a um adversário também pouco intenso e sem argumentos deve ter levado Jesus a aquecer as orelhas dos jogadores no balneário.

Ler mais em: http://www.cmjornal.xl.pt/detalhe/noticias/nacional/atualidade/uma-vitoria-que-nem-deu-para-aquecer

Artigos relacionados

Últimos artigos