21.4 C
Bruxelas
17 Agosto 2022

Um golo não chegou…

Clique para ampliar Dois golos de Umut Bulut e uma “traição” de Pepe deram a vitória à Turquia no derradeiro “teste” da seleção portuguesa de futebol antes do Euro2012, no qual a equipa das “quinas” só conseguiu reduzir por Nani.

Bulut, com um golo em cada parte, deu vantagem à seleção turca, 33.ª do “ranking” da FIFA, no jogo particular disputado no Estádio da Luz, em Lisboa, e apenas Nani, aos 57, empolgou os cerca de 60.000 espetadores, que acabariam “desavindos” com a seleção lusa – que até dominou o encontro -, muito por culpa do golo na própria baliza de Pepe, que selou o triunfo dos visitantes.

Depois de ter ficado em “branco” nos jogos disputados com a Polónia e a Macedónia, a seleção portuguesa entrou decidida a quebrar este “jejum”, em vigor desde 15 de novembro de 2011, quando, no mesmo Estádio da Luz, a equipa das “quinas” garantiu o apuramento para o Euro2012 com uma goleada frente Bósnia-Herzegovina (6-2).

O primeiro sinal nem tardou um minuto, com o “capitão” Cristiano Ronaldo, hoje em “duelo” com o companheiro de equipa no Real Madrid Hamit Altintop, a arrancar na esquerda e cruzar para, aos 24 segundos de jogo, Hugo Almeida cabecear por cima.

As tentativas de Ronaldo, aos sete e 14 minutos, na marcação de livres diretos, o cabeceamento, novamente por cima, de Hugo Almeida, aos nove, e o remate à meia-volta de Moutinho, aos 15, pareciam fazer da baliza turca o único sentido do jogo.

Yilmaz, o único homem fixo no ataque turco, mostrou o caminho da baliza portuguesa e, desmarcado por Altintop, surgiu cara-a-cara com Rui Patrício que acabou por levar a melhor.

A resposta lusa voltou a esbarrar na ineficácia de Almeida que, depois de um canto da direita de João Moutinho e de um desvio de Pepe, atirou à trave da baliza defendida por Demirel.

Os turcos, que secundaram a Alemanha na qualificação e foram afastados pela Croácia no “play-off” para o Euro2012, ameaçaram mais uma vez, com o remate de Altintop ao poste num livre frontal, aos 33 minutos, e acabaram por chegar ao golo na jogada seguinte.

Umut Bulut, depois de ganhar posição a Fábio Coentrão, surgiu na pequena área para finalizar o trabalho iniciado por Sararer, autor da arrancada e da assistência para o golo, a partir da ala esquerda.

Antes do intervalo, Ronaldo protagonizou ainda uma grande jogada na esquerda, com uma finta “maldosa” sobre Altintop – que se “vingou” de imediato – e, pouco depois, surgiu isolado no centro da área e rematou com a melhor direção, mas Demirel conseguiu desviar para canto.

A segunda parte “começa” praticamente com o desentendimento entre Bruno Alves e Miguel Veloso na saída da zona defensiva, aos 52, que culminou com o segundo golo turco, novamente por Bulut.

Cinco minutos depois, a seleção lusa celebrou o primeiro golo em 2012, fruto de um remate cruzado da direita de Nani, no limite da área turca, após passe de Ronaldo.

O “capitão” português teve a oportunidade de empatar o jogo mas, na marcação de uma grande penalidade que castigou uma falta de Sararer sobre Miguel Lopes, permitiu a defesa a Demirel.

Já com Nelson Oliveira e Hélder Postiga na frente, Portugal insistiu mas não conseguiu sair do recinto “encarnado” sem a terceira derrota na “era” Paulo Bento, confirmada com o golo na própria baliza de Pepe, aos 88, depois de um corte, sobre a linha de golo, de Ricardo Costa que embateu no defesa do Real Madrid.

A seleção portuguesa estreia-se no Euro2012 frente à Alemanha, em Lviv, na Ucrânia, no próximo sábado, na primeira jornada do Grupo B.

FONTE: Bomdia.lu

Artigos relacionados

Últimos artigos