1.8 C
Bruxelas
3 Dezembro 2022

Tribunal aceita providência cautelar para travar Barragem do Tua

Clique para ampliar Associações ambientais criaram a Plataforma Salvar o Tua e conseguiram que o Tribunal de Mirandela conseguisse travar, por enquanto, construção da barragem na foz do Tua.

O Tribunal Administrativo e Fiscal de Mirandela aceitou a providência cautelar interposta pela Plataforma Salvar o Tua, que tem como objetivo parar a construção da barragem, em construção desde 2011 na foz do Tua, anunciou a organização.

“O nosso objetivo é muito claro, é parar esta barbaridade e este crime contra o património nacional e contra os bolsos dos portugueses”, afirmou hoje à agência Lusa João Joanaz de Melo, da Plataforma Salta o Tua – Associação de Defesa do Ambiente.

Esta plataforma, que junta nove associações ambientais e uma quinta de produção vinícola, quer travar a construção da Barragem de Foz Tua, na confluência dos distrito de Vila Real e Bragança, e concessionada à EDP.

Depois de admitida a providência cautelar pelo tribunal, agora a EDP e o Estado português têm um período para contestar e só depois será julgada a providência e será submetida a ação principal.

Ler mais em: http://www.cmjornal.xl.pt/detalhe/noticias/nacional/economia/tribunal-aceita-providencia-cautelar-para-travar-barragem-do-tua

Artigos relacionados

Últimos artigos