2.3 C
Bruxelas
3 Dezembro 2022

Três pessoas detidas por fogo em discoteca brasileira

Clique para ampliar Um dos sócios da discoteca Kiss, em Santa Maria – onde um incêndio provocou mais de 230 mortes na madrugada de domingo -, e dois elementos da banda que atuava na altura foram detidos nesta segunda-feira.

O dono da discoteca, Elissandro Sphor, foi detido no Hospital de Cruz Alta, enquanto o vocalista da banda Gurizada Fandangueira, que atuava no momento do acidente, foi encontrado pela polícia quando participava no velório do amigo que faleceu no incêndio. Foi ainda detido um outro elemento da banda.

De acordo com o Ministério Público do Rio Grande do Sul, foram emitidos quatro mandados de prisão temporária. O quarto denunciado será outro integrante da banda, que já afirmou que se entregará à polícia, noticiou a rede de televisão brasileira GloboNews.

Segundo os primeiros relatos de testemunhas, o fogo terá começado no momento em que o grupo realizava uma espécie de espetáculo pirotécnico. As faíscas provocaram chamas e as chamas, ao tocar no equipamento sonoro, ter-se-ão espalhado no teto acústico, revestido por espumas.

A secretaria municipal da Saúde (SMS) atualizou o número de mortos para 236, no último relatório oficial divulgado.

Ler mais em: http://www.cmjornal.xl.pt/detalhe/noticias/internacional/mundo/tres-pessoas-detidas-por-fogo-em-discoteca-brasileira-com-fotos

[ Músicos confirmam que pirotecnia causou incêndio ]

Artigos relacionados

Últimos artigos