18.8 C
Bruxelas
19 Agosto 2022

Timor-Leste recebe mais 58 professores portugueses

Clique para ampliar Timor-Leste vai abrir, já no início do próximo ano, quatro novas escolas de referência, que vão acolher mais 58 professores portugueses, anunciaram esta terça-feira em Lisboa os ministros da Educação timorense e português.

Em conferência de imprensa, os ministros da Educação português, Nuno Crato, e timorense, Bendito Freitas, adiantaram que, a partir de Janeiro, haverá um total de 108 professores portugueses a colaborarem com as escolas de referência, unidades de ensino timorenses que obedecem a currículos e directivas locais.

O projecto das escolas de referência, assinado em Setembro, entre os ministérios da Educação de Portugal e de Timor, conta já com 50 professores portugueses.

O objectivo das autoridades timorenses é criar uma escola de referência em cada distrito. Com as próximas quatro, ficam a faltar quatro outras, estimando os dois ministros que a tarefa possa estar concluída dentro de dois anos.

Em Janeiro, Nuno Crato participou na inauguração de cinco escolas de referência timorenses – em Gleno, Same, Baucau, Maliana e Oecussi.

Ler mais em: http://www.cmjornal.xl.pt/detalhe/noticias/ultima-hora/timor-leste-recebe-mais-58-professores-portugueses

Artigos relacionados

Últimos artigos