0.4 C
Bruxelas
4 Dezembro 2022

Tibete: Protestos pela China

Ao mesmo tempo que Pequim enfrenta novas vagas de protesto nas províncias de Sichuan, Gansu e Qinghai, região ocidental do país, o governador da região, Champa Phuntsok intimou hoje os manifestantes tibetanos para que se rendam até ao final do prazo dado por Pequim, a meia-noite de hoje (16h00 de Lisboa).

“Aqueles que cometeram crimes graves serão tratados com severidade”, disse Champa Phuntsok em conferência de imprensa onde prometeu também que se o manifestantes “se entregarem serão tratados com clemência, e se fornecerem mais informações sobre outros envolvidos serão tratados ainda com maior clemência”.

© correiodamanha.pt

Próximo artigoO adeus de Bush

Artigos relacionados

Últimos artigos