1.8 C
Bruxelas
3 Dezembro 2022

TAP ignora penhora de Airbus

Clique para ampliar A TAP desconhece a decisão judicial brasileira que decretou a penhora de um avião por dívidas do Estado português, disse hoje à Lusa o porta-voz da empresa, adiantando não acreditar que a medida se concretize.

De acordo com o porta-voz da TAP, António Monteiro, a companhia estava alertada sob o processo, mas apenas pela comunicação social, e desconhecia que já havia uma decisão judicial confirmada por um tribunal no Brasil desde 19 de Dezembro.

António Monteiro admite que seria “péssimo para a imagem da TAP” que esta decisão judicial se efetivasse”, mas disse também que “não passa pela cabeça de ninguém que seja concretizada”, até porque a penalização de uma companhia aérea num processo no qual não tem responsabilidades “não é decidida de ânimo leve”.

A Justiça brasileira determinou a penhora de uma aeronave da TAP como garantia do pagamento de dívidas a trabalhadores num processo movido contra o Estado português por uma funcionária da embaixada portuguesa em Brasília.

A ordem, expedida no dia 19 de dezembro pelo juiz Luiz Fausto Marinho de Medeiros, do Tribunal Regional do Trabalho de Brasília, determina a penhora da aeronave Airbus 330-200 da companhia aérea TAP, “cuja totalidade do poder acionário detém o Governo português”.

Ler mais em: http://www.cmjornal.xl.pt/detalhe/noticias/nacional/economia/tap-ignora-penhora-de-airbus

Artigos relacionados

Últimos artigos