0.4 C
Bruxelas
4 Dezembro 2022

Strauss-Kahn detido em Nova Iorque por agressão sexual

Clique para ampliar O director-geral do FMI, o socialista francês Dominique Strauss-Kahn, foi detido esta noite de domingo em Nova Iorque, quando se preparava para voar para a Europa, onde estava prevista a sua participação na reunião de segunda-feira dos ministros da Economia e das Finanças.


É acusado de agressão sexual sobre uma empregada do hotel onde estava hospedado. A notícia foi divulgada durante a noite pelo New York Times, citando fontes da Autoridade Portuária de capital americana. Strauss-Kahn, permanente candidato à nomeação pelos socialistas franceses à eleição presidencial, foi indicado para o cargo pela presidência francesa. Já depois de se encontrar à frente do FMI, foi acusado em 2008 de favorecer a carreira de uma colaboradora daquela organização (Piroska Nagy) com quem mantinha uma relação extra-conjugal, sendo suspeito de Abuso de poder. Do facto, acabou por pedir desculpas à esposa, Anne Synclair, e ao pessoal do FMI, reconhecendo um “erro de apreciação”.

Bomdia.lu

Artigos relacionados

Últimos artigos