9.9 C
Bruxelas
28 Novembro 2022

Sporting perto da ‘final-four’ da ‘champions’ de fustal após golear Hovocubo

O Sporting assumiu hoje a liderança do grupo B da ronda de elite da ‘champions’ de futsal ao golear os neerlandeses do Hovocubo, por 8-2, num jogo em que Cavinato foi a figura com três golos e quatro assistências.

Em tarde de glória para o atual campeão europeu e perante um adversário amador, o treinador Nuno Dias aproveitou para promover a estreia absoluta do jovem ala Bruno Souto Mayor, de 17 anos, pela equipa principal dos ‘leões’. Ele que habitualmente alinha pelos juniores A do Sporting e é internacional sub-19 por Portugal.

Com este resultado o Sporting assume a liderança do grupo B com seis pontos, em igualdade com os russos do Yekatrinburg – que hoje venceram o Olmissum, por 3-2 – adversário de domingo, às 19:00, no encontro de encerramento. Mas assume vantagem pela diferença de golos marcados e sofridos: 11-3 contra 8-3.

Assim, matematicamente no domingo bastará um empate ao Sporting para carimbar o passaporte para a ‘final-four’ da Liga dos Campeões de futsal.

Os comandados de Nuno Dias não poderiam ter entrado melhor no encontro já que aos dois minutos já vencia por outros tantos golos de Waltinho, que respondeu positivamente às assistências de Diego Cavinato.

Os neerlandeses tiveram de fazer ajustes rápidos, recorreram a um ‘time-out’, rodaram a equipa toda e conseguiram durante alguns minutos baralhar o jogo do Sporting, mas era uma questão de tempo até que os campeões europeus em título dilatassem o marcador.

Assim foi. Primeiro Zicky e depois Cardinal, respetivamente, aos sete e oito minutos, colocaram o Sporting a vencer por 4-0.

A diferença de argumentos foi gritante. Aliás, o Hovocubo, como equipa amadora, fez o que sabia e podia para contrariar os ‘leões’. Volta e meia conseguia passar a sua linha de meio-campo e logo de seguida, de forma algo precipitada, tentava o remate de longe.

Contudo, como diz o ditado, o cântaro tanta vez foi à fonte que partiu. Soufian Charraoui, aos 13 minutos, dentro a área leonina, aproveitou um desacerto defensivo e fez o primeiro golo do Hovocubo (5-1), respondendo ao quinto golo do Sporting, apontado segundos antes por Cavinato. Jogador que viria a bisar, aos 15 (6-1).

Apesar da (grande) vantagem no marcador, o Sporting mantinha os olhos na baliza de David Stet e só não chegou a números ainda maiores muito devido à displicência de Pauleta e Zicky.

Os ‘leões’ sabiam que tinham de vencer por mais de quatro golos para assumirem a liderança do grupo no confronto direto Yekatrinburg.

O golo de Abdessamad Attahiri, aos 16 minutos (6-2), retirou momentaneamente essa posição, contudo a um segundo do intervalo Zicky bisou e fez o 7-2, após nova assistência de Cavinato, a quarta até então.

Na segunda parte, o ítalo-brasileiro, perante a passividade neerlandesa, viria a ampliar a contagem, aos 23 minutos, após assistência de Alex Merlim. E curiosamente selou o resultado.

Beneficiando de um tão expressivo resultado, o treinador Nuno Dias aproveitou para dar minutos aos guarda-redes Bernardo Paçó e Gonçalo Portugal e promover a estreia absoluta de Bruno Souto Mayor.

Jogo realizado no João Rocha, em Lisboa.

Sporting – Hovocubo, 8-2.

Ao intervalo: 7-2.

Marcadores:

1-0, Waltinho, 01 minutos.

2-0, Waltinho, 02.

3-0, Zicky, 07.

4-0, Cardinal, 08.

5-0, Diego Cavinato, 12.

5-1, Soufian Charraoui, 13.

6-1, Diego Cavinato, 15.

6-2, Abdessamad Attahiri, 16.

7-2, Zicky, 20.

8-2, Diego Cavinato, 23.

Equipas:

– Sporting: Guitta, João Matos, Waltinho, Diego Cavinato e Alex Merlim. Jogaram ainda Pauleta, Miguel Ângelo, Zicky, Caio Ruiz, Cardinal e Bruno Souto Mayor.

Treinador: Nuno Dias.

– Hovocubo: David Stet, Abdessamad Attahiri, Mats Velseboer, Soufian Charraoui e Karim Mossaoui. Jogaram ainda Bernardo Paçó, Gonçalo Portugal, Faisel Mellah, Yoshua St Juste, Lahcen Bouyouzan, Iliass Bouzit, Içam El Bakkali, Abdelmouhaimin Amghar e Hicham Aklalouch.

Treinador: Sander Van Dijk.

Árbitros: Stefan Vrijens (Bélgica) e Gabor Kovacs (Hungria).

Ação disciplinar: Cartão amarelo para Mellah (13) e Soufian Charraoui (37).

Assistência: Cerca de 500 espetadores.

Artigos relacionados

Últimos artigos