17.9 C
Bruxelas
18 Agosto 2022

Sondagem diz que PS e PSD vão empatar

Clique para ampliar O PS e o PSD estão rigorosamente empatados. De acordo com uma sondagem da Universidade Católica para o Jornal de Notícias, registam ambos 36% das intenções de voto, quando faltam duas semanas para as eleições legislativas. Um empate conseguido à custa de uma ligeira subida (dois pontos percentuais) dos sociais-democratas relativamente à última sondagem.


O CDS-PP continua em terceiro lugar, mantendo uma expectativa de resultado de 10%. Segue-se a CDU, também com os mesmos 9%. Finalmente, em quinto lugar, o BE, com 6%, o que representa uma subida de um ponto percentual. Acrescente-se que o número de indecisos, apesar de ter diminuído, continua a ser muito elevado: 28% do total da amostra.

O Centro de Estudos e Sondagens de Opinião da Universidade Católica Portuguesa perguntou ainda aos portugueses o que acham que deve acontecer, na hipótese de acontecer uma vitória do PS, mas verificar-se uma maioria de deputados do PSD e do CDS-PP. Uma hipótese que os resultados desta sondagem deixam em aberto. Nesse caso, são mais os que acham que o presidente da República deve chamar primeiro o PSD para formar Governo (36%), do que os que acham que o normal será que Cavaco Silva convide primeiro o PS (34%).

Ainda no caso de não sair, das eleições de 5 de Junho, nenhum partido com maioria absoluta, uma maioria clara de portugueses prefere um governo de coligação (57%) a um governo de um só partido (26%). E a fórmula preferida para uma coligação continua a ser a de um Governo com PSD e CDS-PP (24%). A segunda solução mais esperada é a de um Governo de Bloco Central, entre o PSD e o PS (16%).

A sondagem inclui, aliás, uma pergunta sobre a afirmação de Pedro Passos Coelho (PSD) de que não formaria Governo com o PS. A maioria dos inquiridos na sondagem acha que essa é uma estratégia errada (42%). Um pouco mais de um terço, todavia, insiste nessa separação de águas e acha a decisão acertada (35%).

Bomdia.lu

Artigos relacionados

Últimos artigos