21.4 C
Bruxelas
17 Agosto 2022

Saldos com pouca euforia e muitas lojas fechadas

Clique para ampliar Começou esta sexta-feira a época de saldos, num ano em que os lojistas dizem que as vendas no período do Natal baixaram, relativamente a 2011, e garantem que conhecem muitas lojas que já fecharam.

Na Praça do Rossio, em plena baixa lisboeta, entre o corre-corre de portugueses e turistas, as montras das lojas tentam cativar clientes: letras grandes a anunciar grandes saldos de 80 e até de 90%. “Na Rua dos Fanqueiros, só este ano, fecharam 37 lojas”, garante Gil, lojista no Rossio, em declarações à agência Lusa, acrescentando que “as coisas têm sido bastante difíceis, notando-se a falta dos subsídios”.

“Hoje em dia, somos obrigados a estar em promoções todo o ano. Antes havia uma euforia nas pessoas quando iam aos saldos, agora não. Nota-se mesmo que há dificuldade, as pessoas entram só para ver”, continua.

Este lojista vaticina ainda que as lojas que não estejam nas zonas mais visitadas pelos turistas irão enfrentar maiores dificuldades. “Para as lojas que não estão bem situadas, que não possam equilibrar a situação com os estrangeiros, vai ser muito pior, pois somos suportados por eles e se eles nos falham vai ser muito mau”, afirma.

Ler mais em: http://www.cmjornal.xl.pt/detalhe/noticias/ultima-hora/saldos-com-pouca-euforia-e-muitas-lojas-fechadas

Artigos relacionados

Últimos artigos