1.8 C
Bruxelas
3 Dezembro 2022

Rocco Siffredi contra pornografia infantil

Clique para ampliar Duas estrelas europeias do cinema pornográfico aceitaram protagonizar uma campanha contra a pornografia infantil, anunciou a organização por detrás desta campanha: a ONG belga Child Focus, dedicada a ajudar vítimas de exploração sexual e a encontrar crianças desaparecidas.

O actor italiano Rocco Siffredi e a actriz francesa PussyKat – protagonistas da indústria de filmes para adultos – aceitaram participar na campanha que quer traçar uma linha muito clara entre o entretenimento entre adultos e a pornografia infantil, que constitui um abuso e causa sofrimento às crianças.

“Não há motivos para o pânico moral. Trata-se de uma campanha decente”, sem imagens sexuais, declarou à agência noticiosa EFE o director de comunicações da Child Focus, Dirk Depover.

A campanha irá centrar-se em mensagens de vídeo e cartazes que mostram ambos actores com o tronco nu e os braços cruzados, em sinal de proibição e recusa perante o fenómeno da pornografia infantil.

“É uma mensagem muito forte da indústria pornográfica”, que não quer que se confunda a pornografia entre adultos com os abusos a menores, sublinhou Depover.

Estima-se que nos últimos dois anos e meio cerca de 2500 crianças provenientes de 40 países tenham sido vítimas de abusos sexuais, segundo dados da Interpol.

A organização belga Child Focus insta ainda os internautas a denunciarem todos os abusos que encontrem online e que usem o site www.stopchildporno.be (com versão em inglês, francês e flamengo) para darem conta dos casos que detectem.

“A informação que recebemos é muito importante”, assegurou Depover, recordando que a sua organização trabalha em estreita parceria com a polícia belga.

A Child Focus foi criada em 1998 sob iniciativa de um grupo de pais de filhos que sofreram abusos. Entre eles contam-se Jean-Denis Lejeune, cuja filha foi uma das vítimas do pedófilo e assassino belga Marc Dutroux.

FONTE: Bomdia.lu

Artigos relacionados

Últimos artigos