3.8 C
Bruxelas
8 Dezembro 2022

Reequilíbrio das contas são “sinal encorajador”

Clique para ampliar O comissário europeu dos Assuntos Económicos, Olli Rehn, apontou nesta quinta-feira o reequilíbrio das contas externas portuguesas como um “sinal encorajador”, sublinhando o crescimento verificado nas exportações.

“Há sinais encorajadores, especialmente relacionados com o reequilíbrio das contas externas portuguesas”, afirmou Olli Rehn, em declarações aos jornalistas no final de um encontro de cerca de meia hora com o Presidente da República, no Palácio de Belém.

O destaque foi para o mercado das exportações, que está a melhorar, e as exportações, que estão a crescer.

O comissário europeu, que classificou a reunião com o chefe de Estado português como “substantiva”, destacou ainda o facto de algumas reformas estruturais essenciais já estarem em curso, apontando o caso concreto da reforma do mercado de trabalho.

Esta reforma, referiu, irá permitir “uma economia mais dinâmica”.

Olli Rehn reconheceu, contudo, que Portugal ainda “tem desafios pela frente”, considerando que há que olhar com cuidado para o financiamento da economia, para que daí não advenha um constrangimento para as exportações.

O comissário europeu adiantou ainda que felicitou o Presidente da República pelo papel que desempenhou para que fosse alcançado o acordo em concertação social sobre a reforma laboral, insistindo na necessidade que esta seja implementada.

Questionado sobre a troca de palavras que teve com Cavaco Silva há cerca de um ano, quando o chefe de Estado português pediu “imaginação” às instituições europeias para que pudessem encontrar um “programa interino” de apoio financeiro a Portugal, Olli Rehn desvalorizou a questão, considerando que se tratou apenas de uma “troca civilizada de pontos de vista”.

Ler mais em: http://www.cmjornal.xl.pt/detalhe/noticias/ultima-hora/reequilibrio-das-contas-sao-sinal-encorajador

Artigos relacionados

Últimos artigos