22.4 C
Bruxelas
10 Agosto 2022

Recessão em Portugal em 2013 vai ser mais grave do que espera Governo

Clique para ampliar A Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE) prevê que a economia portuguesa se contraia 1,8% em 2013, quase o dobro do que esperam o Governo e a troika (1%).

A OCDE também prevê que o crescimento económico só regresse “no final de 2013”, enquanto o Governo e a roika (Fundo Monetário Internacional, Comissão Europeia e Banco Central Europeu) esperam que já no segundo trimestre do próximo ano a economia volte a crescer.

Estes dados constam de um documento de previsões económicas esta terça-feira divulgado pela OCDE.
A OCDE prevê, tal como o Governo, que o desemprego atinja um máximo histórico no próximo ano. A previsão da OCDE é, contudo, ainda mais gravosa: uma taxa de 16,9%, mais ainda que os 16,4% avançados pelo Governo.

Ao contrário do Executivo, a OCDE já avança previsões para 2014: uma ligeira recuperação de 0,9%, impulsionada pelas exportações e pelo investimento, com o consumo privado a permanecer retraído. O desemprego deverá reduzir-se apenas de forma muito ligeira (para 16,4%).

Ler mais em: http://www.cmjornal.xl.pt/detalhe/noticias/nacional/economia/recessao-em-portugal-em-2013-vai-ser-mais-grave-do-que-espera-governo

Artigos relacionados

Últimos artigos