30.8 C
Bruxelas
13 Agosto 2022

PSD acusa PS de “assobiar para o lado” para fugir a debate

Clique para ampliar O deputado social-democrata Miguel Frasquilho defendeu esta quarta-feira que Portugal chegou a um ponto sem retorno em que é impossível evitar uma reforma do Estado e criticou o PS por tentar “assobiar para o lado” neste debate.

Miguel Frasquilho falava em plenário, na Assembleia da República, depois de o PCP ter levantado a questão se o ex-secretário de Estado de Durão Barroso estaria em situação de impedimento no Parlamento, após ter sido nomeado pelo Governo para uma comissão destinada a reformar o IRC.

Nas suas intervenções, Miguel Frasquilho nunca se referiu a essa questão que o atingiu pessoalmente e centrou a sua tese na ideia de que Portugal “chegou a um ponto sem retorno”, em que terá mesmo de travar o debate sobre a reforma do Estado.

Segundo o ex-secretário de Estado social-democrata, os indicadores sobre a evolução da receita e da despesa demonstram que o debate sobre a sustentabilidade do Estado Português “devia ter tido lugar no início do milénio, quando as despesas sociais dispararam essencialmente devido a dois fatores: o envelhecimento da população e o número crescente de apoios para combater a pobreza numa economia que praticamente deixou de crescer”.

Face a este panorama, Miguel Frasquilho deixou um conjunto de perguntas à bancada socialista: “Quer o PS deixar tudo como está e continuar a aumentar impostos, como, em geral, tem acontecido nos últimos largos anos com as consequências que todos conhecemos?”

Ler mais em: http://www.cmjornal.xl.pt/detalhe/noticias/ultima-hora/psd-acusa-ps-de-assobiar-para-o-lado-para-fugir-a-debate

[ Passos: Previsões afastam receios de “espiral recessiva” ]

Artigos relacionados

Últimos artigos