25.5 C
Bruxelas
18 Agosto 2022

Prejuízos do mau tempo ascendem a 35 milhões de euros

Clique para ampliar Balanço dos danos causados pelo mau tempo no arquipélago dos Açores.

Os prejuízos causados pelo mau tempo nas ilhas Terceira e S. Miguel, que provocou três mortos na quinta-feira passada, ascendem a cerca de 35 milhões de euros”, revelou esta terça-feira o Governo Regional dos Açores.

O balanço dos prejuízos provocados pelo mau tempo que tem afetado o arquipélago foi analisado na segunda-feira à noite, durante uma reunião do executivo chefiado por Vasco Cordeiro na cidade da Horta, ilha Faial.

Na quinta-feira, três homens morreram no Faial da Terra, concelho de Povoação, ilha de S. Miguel, vítimas de deslizamento de terras que soterrou três casas.
Na ilha Terceira, o mau tempo causou também um ferido sem gravidade e 30 desalojados devido ao transbordo de uma ribeira em Porto Judeu.

Em comunicado, o Governo Regional refere que analisou o levantamento dos prejuízos que incluem danos provocados em 41 habitações na freguesia de Porto Judeu e em outras quatro na freguesia do Faial da Terra.

O balanço dos prejuízos inclui os estragos causados em estradas, caminhos rurais e florestais, culturas agrícolas e estabelecimentos comerciais, nomeadamente nas ilhas de S. Miguel, Terceira e Flores.

Estas ilhas foram as mais afetadas pela chuva forte que atingiram o arquipélago na semana passada, com especial incidência na quinta-feira.

Ler mais em: http://www.cmjornal.xl.pt/detalhe/noticias/ultima-hora/prejuizos-do-mau-tempo-ascendem-a-35-milhoes-de-euros

Artigos relacionados

Últimos artigos