6.7 C
Bruxelas
27 Novembro 2022

Portugueses temem subida da violência

Clique para ampliar Hoje cumpre-se mais uma greve geral, a segunda convocada pela CGTP em menos de um ano contra o governo de Passos Coelho e contra as medidas de austeridade propostas no Orçamento do Estado para 2013.

Com a multiplicação da contestação social, aumenta o receio dos cidadãos de que as manifestações degenerem numa violência descontrolada, como ontem ia acontecendo com uma concentração de estivadores no Parque das Nações (ver imagens). Dois homens foram detidos por crimes de resistência e coacção a autoridades. A PSP montou um perímetro de segurança, mas um dos manifestantes arremessou uma pedra contra uma viatura. Quando os polícias tentaram identificar o homem, os outros elementos presentes no protesto insurgiram-se contra as autoridades, que tiveram necessidade de disparar “um tiro para o ar de shotgun com balas de borracha” de forma a dispersar os manifestantes.

Este tipo de acontecimentos vai ao encontro dos resultados da sondagem CM/Aximage, onde 72,8% dos portugueses manifestam receio de que aconteçam motins violentos num futuro próximo. Trata-se do valor mais alto do último ano e agravou-se a partir de Setembro, mês em que se realizou uma manifestação de grandes dimensões convocada pelas redes sociais (15 de Setembro).

Ler mais em: http://www.cmjornal.xl.pt/detalhe/noticias/nacional/economia/portugueses-temem-subida-da-violencia

Artigos relacionados

Últimos artigos