2.6 C
Bruxelas
3 Dezembro 2022

Portugal tem maior prevalência de doenças mentais

Clique para ampliar Portugal tem maior prevalência de doenças mentais e depressões graves do que os países vizinhos latinos, de acordo com os dados preliminares do primeiro estudo internacional sobre o tema.

Segundo o psiquiatra Álvaro de Carvalho, que lidera o plano de prevenção de depressões e suicídios, integrado no Plano Nacional de Saúde Mental, o estudo mostra que Portugal é um dos países com maior número de depressões.

“Enquanto a Espanha e a França têm índices de prevalência de doença mental entre os 8 e os 9,2 por cento, nós temos cerca de 23 por cento”, afirmou, acrescentando que “a prevalência de depressões em termos internacionais ronda os 4 por cento, mas em Portugal chega aos 7 por cento”.

Para Álvaro de Carvalho, “isto mostra que existe um problema sério de depressão, que tem que ser estudado, até para se perceber como é que os índices são tão altos quando a toma de antidepressivos é tão elevada”.

Por outro lado, adiantou o responsável, “a evidência científica aponta para uma tendência que não pode deixar de chamar a atenção da sociedade em geral e dos políticos em particular: dados internacionais mostram existir uma correlação directa entre o aumento da prevalência de doenças mentais e o grau de desigualdades em termos sociais”.

De acordo com o coordenador deste plano nacional, Portugal tem um nível alto de desigualdades sociais, a par de países como os Estados Unidos ou a Nova Zelândia.

Ler mais em: http://www.cmjornal.xl.pt/detalhe/noticias/ultima-hora/portugal-tem-maior-prevalencia-de-doencas-mentais

Artigos relacionados

Últimos artigos