21.4 C
Bruxelas
17 Agosto 2022

Portugal está a ganhar “massa altamente qualificada”

Clique para ampliar Portugal está a ganhar uma “massa altamente qualificada” de cientistas no estrangeiro, que deverá trazer frutos no futuro próximo, afirma Pedro Reis, director de um laboratório no Massachusetts Institute of Technology (MIT), Estados Unidos.

Criador de um novo grupo de investigação nos Departamentos de Engenharia Civil e Ambiental e Engenharia Mecânica do MIT, na área da nanotecnologia, Reis recebeu recentemente o “prémio de Liderança” dos seus pares portugueses nos Estados Unidos, a sociedade de pós-graduados PAPS.
“Há que pensar com visão. A ciência e inovação é feita num meio global e, se não tivermos bem posicionados nesse meio, não saímos da cepa porta”, disse à Lusa o cientista português, natural de Viseu e a viver há 16 anos no estrangeiro.

Com passagens também por universidades britânicas e francesas, Reis afirma que até há alguns anos Portugal tinha “uma rede de contactos científica internacional muito, muito pequena”, em comparação com países como Espanha, Itália ou Grécia, e aqueles que estudavam no estrangeiro normalmente não ficavam.

“Havia essa falha. Sem uma rede, torna-se muito mais difícil posicionar Portugal em laboratórios de topo. Esta rede pode beneficiar muito a ciência portuguesa”, afirma.

Ler mais em: http://www.cmjornal.xl.pt/detalhe/noticias/ultima-hora/portugal-esta-a-ganhar-massa-altamente-qualificada

Artigos relacionados

Últimos artigos