3.4 C
Bruxelas
5 Dezembro 2022

Portugal Brussels FC organiza Torneio Camões

Promovido pela primeira vez pela formação Portugal Brussels FC, o Torneio Camões arranca no próximo sábado, 8, no Stade Communal dIxelles [Rua Volta 18].

“Decidimos promover um torneio de equipas de futebol de 5 para garantir que todas as pessoas se podem inscrever, tanto equipas não federadas como grupos de amigos”, explica o presidente Victor Gomes.

Para já, estão confirmadas 16 equipas e o número não deverá sofrer alteração para assegurar “um bom serviço a quem participa”. O prémio para a equipa vencedora é de 1500€.

Para celebrar com toda a dignidade o Dia de Camões, de Portugal e das Comunidades, o torneio estende-se para lá das quatro linhas. “Vai ter comida bem portuguesa, cerveja, música, animação e muito mais”, revela o dirigente.

A par do convívio e dos objectivos desportivos, o torneio tem ainda uma causa solidária associada. “Este evento é organizado em parceria com a ONG “Afectos com Letras”, que estará presente para dar a conhecer o seu trabalho com as crianças na Guiné-Bissau e um projecto de construção de uma nova escola no Bairro do Quelelé”, refere Victor Gomes.

Assim, por cada sangria consumida no torneio será um contributo para os tijolos da nova escola e cada pulseirinha corresponde a duas semanas de pequenos-almoços para as crianças da creche de Varela, no Norte da Guiné.

O Torneio Camões deverá mobilizar, no mínimo, 500 pessoas, mas a direcção do Portugal Brussels FC acredita que se as condições meteorológicas forem favoráveis, a adesão poderá quadriplicar.

Do Parlamento Europeu para o relvado

A história do Portugal Brussels FC começa em 2005, por iniciativa de funcionários portugueses do Parlamento Europeu que habitualmente participavam em torneios de futebol no Verão.

O actual director desportivo, Milton Nunes, fez nascer a equipa e, juntamente com sete capitães de outras formações de várias nacionalidades, participou na criação da primeira liga pan–europeia do mundo – a Brussels Euroleague (http://europa.leaguerepublic.com).

Lançada com o apoio da UEFA, esta competição continua a gerar “grande interesse um pouco por toda a Europa”. “Competir na única liga pan-europeia do mundo, com equipas de 20 países, é uma experiência única e gratificante”, confessa o presidente.

Neste final de época desportiva, a equipa Portugal Brussels FC só almeja conseguir “o melhor resultado possível”, tanto na taça como no campeonato, o que implica “fazer melhor do que no ano passado, ou seja, alcançar, pelo menos, as meias-finais”.

Neste momento, a direcção tem um projecto em carteira com vista à formação dos mais jovens, “nao só futebolística, mas como um meio das crianças portuguesas que vivam em Bruxelas não perderem a ligação com Portugal ou com o Português”.

Orgulho em representar as cores nacionais

O presidente Victor Gomes considera que dirigir a “selecção nacional” em território belga é um desafio “muito interessante”. “Apesar de termos começado como uma pequena estrutura, é bom ver que o projecto cresce e que, cada vez mais, nos assumimos como uma das principais referências da comunidade portuguesa em Bruxelas”, salienta.

No início, a formação era composta maioritariamente por funcionários portugueses das instituições europeias, contudo, esse critério acabou por alargar-se. “Temos pessoas, entre os 18 e os 40 anos, que trabalham nas mais variadas áreas (enfermeiros, electricistas, padeiros, arquitectos, advogados, financeiros, estudantes) e proveniênicas (do Norte, Centro e Sul, luso-descendentes e até estrangeiros que se identificam com Portugal ou que falam português)”, revela Victor Gomes.

Todos têm em comum o sonho e o orgulho de representar as cores nacionais no estrangeiro, o amor a Portugal e a paixão pelo futebol. “Todos sacrificamos um pouco do nosso tempo pessoal, familiar e até profissional para dedicar ao clube. Exige muito, mas o retorno de contribuirmos com a nossa parte em nome de Portugal justifica todo este esforço e motiva sempre.”

Uma vez por semana, a equipa comparece para o treino. Estudam-se as melhores tácticas e pratica-se a Língua Portuguesa: “muitos de nós trabalhamos em ambientes onde só utilizamos o inglês, francês ou o holandês”. Por outro lado, o Portugal Brussels FC começa a ser “uma referência” para a integração dos portugueses que chegam à Bélgica e “não conhecem ninguém”.

Para o futuro, a equipa Portugal Brussels FC ambiciona sagrar-se campeã da Brussels Euroleague, mas os seus objectivos continuarão a ser muito mais do que desportivos. “Queremos contribuir para unir a comunidade portuguesa em Bruxelas que, na nossa opinião, está muito dispersa e continua muito dividida. Queremos contribuir para algo mais do que futebol, queremos mobilizar os portugueses em Bruxelas”, conclui Victor Gomes.

Patrícia Posse

[ Mourinho: “Só tive duas paixões: Chelsea e Inter” ]

[ Benfica sagra-se campeão europeu ]

[ Nani já ‘mexe’ com a bola ]

Artigos relacionados

Últimos artigos