23.7 C
Bruxelas
8 Agosto 2022

Porto inteiro e de raiva faz o 2-2 no fim

Clique para ampliar O FC Porto evitou a muito custo a terceira derrota da época e manteve em aberto as possibilidades de seguir em frente na Taça da Liga, graças a um golo portentoso de João Moutinho, a dois minutos do final de uma partida muito intensa, dir–se-ia de campeonato, com o Estoril.

Tal como acontecera no encontro da Liga, o FC Porto viu-se a perder muito cedo e, desta vez, embora tenha tido felicidade em repor a igualdade no 1º tempo, voltou a ser batido, na primeira grande penalidade com que foi punido na temporada, mais uma vez por mão na bola de um dos seus defesas (Otamendi), dentro da grande área. Um antigo pupilo da formação portista, o gigante Steven Vitória, marcou os dois golos da equipa da Linha, em lances de especialista: um livre directo (15’) e o penálti (61’), sem hipóteses para Helton, o guarda-redes que Vítor Pereira retirou do habitual descanso em dia de Taça da Liga.

O brasileiro foi, até, decisivo, ao negar o golo a Luís Leal por duas vezes na mesma jogada (53’) e a sua presença, a par de todos os outros titulares, à excepção de James, não deixa dúvida sobre o empenho dos portistas nesta competição. A forma como a equipa se entregou à luta frente a um adversário bem organizado e combativo também o demonstra.

Ler mais em: http://www.cmjornal.xl.pt/detalhe/noticias/nacional/actualidade/porto-inteiro-e-de-raiva-faz-o-2-2-no-fim

Artigos relacionados

Últimos artigos