9.9 C
Bruxelas
28 Novembro 2022

Populares invadem Ministérios

Clique para ampliar Professores desempregados estiveram cinco horas na entrada do Ministério da Educação. No Ministério da Saúde, foram os representantes dos sindicatos da Função Pública a protestar.

Durante cinco horas, o Ministério da Educação, na avenida 5 de outubro, em Lisboa, esteve ocupado por cerca de 40 professores desempregados que exigiam uma audiência com o ministro da Educação, Nuno Crato. Sentados no hall de entrada, os professores não foram importunados – a PSP apenas impediu que mais professores se juntassem ao protesto. Lentidão na colocação de professores e nos transtornos que isso causa a docentes e alunos estiveram na origem do protesto, que contou com o apoio do Sindicato de Professores da Grande Lisboa, afeto à Fenprof. “Ainda há alunos sem professores e há muitos professores desempregados”, explicou Ilídia Pinheiro, porta-voz do movimento.

Ler mais em: http://www.cmjornal.xl.pt/detalhe/noticias/nacional/sociedade/populares-invadem-ministerios

Artigos relacionados

Últimos artigos