16.9 C
Bruxelas
18 Agosto 2022

Pode pedir em linha o seu eBook à Biblioteca Nacional de Portugal

Clique para ampliar A Biblioteca Nacional de Portugal (BNP) apresentou ao público o serviço de digitalização a pedido “EOD – eBooks on Demand”, que envolve livros completos que estão no domínio público, um projeto que existe desde 2006.

Margarida Lopes, da BNP, afirmou que este serviço tem “um potencial de crescimento”, tendo registado já este ano 130 encomendas.

Em seis anos de projeto, e “sem qualquer apresentação pública, registaram-se entre dois a três pedidos por semana”, disse Margarida Lopes.

A diretora da BNP, Inês Cordeiro, afirmou que este é “um serviço que se insere na diversificação dos serviços digitais e de maior autonomia”, incluindo o pagamento que é “on-line”.

Inês Cordeiro sublinhou que a digitalização é “uma aposta” da BNP.

O livro eletrónico EOD é uma versão digital de um livro, entregue num único ficheiro PDF, podendo ainda o requisitante recebê-lo em CD ou DVD.

O custo da digitalização é de 24 euros até 50 páginas, acrescendo 0,24 euros por página a partir da 50.ª página.

O PDF é enviado por e-mail para o requisitante e pode ser utilizado em qualquer “software”, permitindo copiar e “colar” noutros programas como o “word”.

A BNP disponibiliza para digitalização 37 mil monografias do seu Fundo Geral, publicadas entre 1700 e 1850, podendo este período cronológico vir a ser alargado, disse Inês Cordeiro.

A biblioteca portuguesa integra a rede europeia de digitalização lançada em outubro de 2006, no âmbito do Projeto “Digitisation on Demand”, cofinanciado pelo programa europeu eTEN, de apoio às redes transeuropeias de telecomunicações.

Atualmente participam neste programa 13 bibliotecas que formaram uma rede autofinanciada, que conta com a participação de mais de 30 instituições.

“As bibliotecas europeias possuem milhares de livros raros que, pela sua antiguidade e valor, muitas vezes só podem ser consultados presencialmente nessas mesmas bibliotecas”, afirma a BNP numa nota, salientando que, através do serviço EOD, “estes tesouros escondidos” ficam assim disponíveis a qualquer pessoa, em qualquer ponto do globo terrestre.

“O livro digitalizado é posteriormente integrado nos repositórios digitais de cada biblioteca participante, ficando disponível na Internet”, refere a BNP.

FONTE: Bomdia.lu

Artigos relacionados

Últimos artigos