27.4 C
Bruxelas
13 Agosto 2022

Pistorius: Magistrado aceita tese de homicídio premeditado

Clique para ampliar O magistrado Desmond Nair, que preside à audiência preliminar do atleta paralímpico Oscar Pistorius, aceitou a tese da Procuradoria de que o arguido terá cometido homicídio premeditado contra Reeva Steenkamp.

Pouco antes do intervalo para almoço da audiência, que atraiu ao tribunal da comarca de Pretória uma multidão de jornalistas e curiosos, o juiz anunciou que o processo será tratado como um crime do grau 6 no Código Penal Sul-Africano, a categoria reservada aos crimes mais graves e que implica premeditação.

Esta decisão torna extremamente difícil para a defesa de Oscar Pistorius a tarefa de, na sessão da tarde, convencer o juiz da existência de “circunstâncias excecionais” para a libertação, mediante o pagamento de caução, do arguido.

A Procuradoria sul-africana acusa Pistorius, de 26 anos, de ter assassinado premeditadamente a sua namorada, Reeva Steenkamp, de 29 anos, na manhã de 14 de fevereiro na sua residência na capital sul-africana.

Steenkamp foi morta com vários tiros (pelo menos três), disparados através da porta trancada de uma casa de banho que dista cerca de sete metros do quarto onde ambos dormiam na fatídica madrugada do Dia de São Valentim.

Ler mais em: http://www.cmjornal.xl.pt/detalhe/noticias/ultima-hora/pistorius-magistrado-aceita-tese-de-homicidio-premeditado

Artigos relacionados

Últimos artigos