0.4 C
Bruxelas
4 Dezembro 2022

PCP exige esclarecimentos sobre o Curso Mundial de Dirigentes Associativos da Diáspora

Clique para ampliar O Partido Comunista Português pediu esclarecimentos ao Ministério dos Negócios Estrangeiros sobre o
Curso Mundial de Dirigentes Associativos da Diáspora, que teve lugar no final do mês de Fevereiro.

Organizado pela Confraria dos Sabores e dos Saberes da Beira – Grão Vasco e com o “alto patrocínio” do gabinete do Secretário de Estado das Comunidades Portuguesas, esta formação teve a duração de cinco dias e decorreu entre Viseu, Lisboa, Oeiras e Sintra.

O deputado comunista João Ramos questiona o Governo quanto ao número e à proveniência das pessoas que participaram neste curso, exigindo ainda perceber quais os critérios que presidiram a essa seleção. “Como foi realizada a divulgação do curso e quais os objectivos deste tipo de iniciativas?”; “Que avaliação faz a Secretaria de Estado desta iniciativa?; “Que outros cursos do género estão previstos no decorrer deste ano?”; “Como foi envolvida no processo a Comissão Permanente do Associativismo e Comunicação Social do Conselho das Comunidades Portuguesas?” e “Quanto custou ao ministério a realização desta iniciativa?” foram outras das questões lançadas pelo parlamentar.

NCF

Artigos relacionados

Últimos artigos