3 C
Bruxelas
5 Dezembro 2022

Passos Coelho não se demite

Clique para ampliar O coordenador da Comissão Política Nacional e vice-presidente do PSD, Jorge Moreira da Silva, desmentiu ontem que Passos Coelho tenha admitido, em anterior reunião da direção social-democrata, afastar-se do cargo de primeiro-ministro caso o Tribunal Constitucional (TC) chumbe as medidas do Orçamento do Estado para 2013.

“Posso assegurar que isso não é verdade e que não há, não houve da parte do primeiro-ministro, até ao momento, em nenhuma reunião, nenhuma análise de cenários que ele tivesse colocado em cima da mesa”, disse Moreira da Silva em conferência de imprensa na sede nacional do PSD, em Lisboa.

A decisão do TC dominou a reunião de terça-feira da Comissão Política Nacional, além da moção de censura que o PS apresenta hoje no Parlamento – e do regresso de José Sócrates como comentador da RTP.

O CM sabe que Pedro Passos Coelho afirmou que não quer entrar em debates sobre uma decisão que ainda não está tomada. “Não faço especulações sobre a decisão do TC”, foi a frase do líder social–democrata, citada por um membro da Comissão Política.

Porém, fonte da direção do PSD acrescenta que o partido e o Governo mantém a posição de que “um chumbo no Constitucional terá consequências orçamentais, financeiras e políticas”. O que não quer dizer que Passos Coelho “vire as costas, como aliás já disse no Parlamento”, acrescenta a mesma fonte.

Ler mais em: http://www.cmjornal.xl.pt/detalhe/noticias/nacional/politica/passos-coelho-nao-se-demite

Artigos relacionados

Últimos artigos