18.4 C
Bruxelas
16 Agosto 2022

Pacemakers baratos

Clique para ampliar Cem milhões de euros é quanto o Ministério da Saúde vai poupar em 2013 com a imposição da descida em 15 por cento do preço de venda dos dispositivos médicos, como pacemakers, lentes para os olhos, luvas, próteses, bisturis, compressas e outros materiais clínicos.

A medida entrou em vigor terça-feira e irá sufocar a saúde financeira dos fornecedores. As empresas contactadas pelo CM condenam a medida e garantem uma posição para mais tarde. Fora de questão parece estar, para já, a suspensão no fornecimento dos produtos.

Fonte do Ministério da Saúde afirmou ao Correio da Manhã que as vendas dos dispositivos médicos em Portugal ascendem aos mil milhões de euros por ano, dos quais 800 milhões são gastos anualmente pelo Serviço Nacional de Saúde. A fonte assegura que a redução do preço dos dispositivos médicos “não implica” a diminuição de produtos adquiridos.

Ler mais em: http://www.cmjornal.xl.pt/detalhe/noticias/nacional/saude/pacemakers-baratos

Artigos relacionados

Últimos artigos