31.6 C
Bruxelas
13 Agosto 2022

ONU prepara plano de transição em Timor

Clique para ampliar As autoridades de Timor-Leste reúnem-se na quinta-feira para decidir qual será a futura presença da ONU no país, após o fim da Missão Integrada das Nações Unidas (UNMIT), previsto para dezembro.

“No dia 20 (quinta-feira) demonstraremos a nossa posição em relação ao pós-UNMIT”, afirmou à imprensa o primeiro-ministro timorense, Xanana Gusmão, após um encontro com o chefe de Estado, Taur Matan Ruak.

Segundo Xanana Gusmão, na quinta-feira realiza-se um encontro de alto nível entre as autoridades timorenses e a UNMIT e depois o governo anunciará a sua posição.

Em outubro, a ONU e as autoridades timorenses aprovaram um Plano Conjunto de Transição que prevê a retirada gradual da missão após o período eleitoral, que terminou em agosto com a tomada de posse do novo governo.

O Plano Conjunto de Transição define também quatro modelos possíveis para depois das eleições de 2012, três dos quais baseados na experiência da ONU noutros países e um sugerido pelo governo timorense – uma missão política à medida das necessidades específicas do país.

Os restantes modelos são um escritório político chefiado pelo representante do secretário-geral, com uma equipa separada da ONU chefiada por um coordenador residente, um gabinete integrado da ONU chefiado por um representante executivo do secretário-geral que também seria coordenador residente ou apenas um gabinete residente de coordenação das atividades da organização.

FONTE: Bomdia.lu

Artigos relacionados

Últimos artigos