20.3 C
Bruxelas
15 Agosto 2022

Obama defende escuteiros gays e mulheres militares

Clique para ampliar O presidente norte-americano Barack Obama disse neste domingo que os homossexuais devem ser aceites nas associações de escuteiros e que as mulheres militares devem passar a servir em zonas de combate.

Segundo o jornal ‘The New York Times’, Obama comentou que é urgente que o conselho executivo da Boy Scouts of America, que representa 2,4 milhões de escuteiros, aprove a abertura aos gays.

Neste momento, os homossexuais são automaticamente excluídos das associações de escuteiros devido à orientação sexual, o que poderá deixar de acontecer a partir desta semana.

“A minha posição é de que gays e lésbicas devem ter acessos e oportunidades iguais às de todas as outras pessoas incluindo o direito de participarem em qualquer instituição”, disse Obama, acrescentando que “os escuteiros são uma grande instituição que promove os jovens e lhes oferece oportunidades únicas que se revelarão fundamentais para os seus futuros, pelo que tais oportunidades não devem ser negadas a nenhum ser humano”.

Ler mais em: http://www.cmjornal.xl.pt/detalhe/noticias/internacional/mundo/obama-defende-escuteiros-gays-e-mulheres-militares

Artigos relacionados

Últimos artigos