3.8 C
Bruxelas
8 Dezembro 2022

O resultado foi o mais importante, diz o selecionador da Alemanha

Clique para ampliar Declarações do selecionador da Alemanha de futebol, Joachim Low, na conferência de imprensa após o encontro frente a Portugal, da primeira jornada do Grupo B do Euro2012, disputado em Lviv, na Ucrânia, que os germânicos venceram por 1-0:

“O início de um Europeu pode ser comparado com a Fórmula 1, mas sem o ‘warm up, porque temos de dar o máximo desde o arranque. Não existem equipas menos fortes, como nos mundiais, e é importante ganhar o primeiro jogo, para não ter de correr atrás dos acontecimentos.

Havia uma grande tensão, também depois do resultado entre a Holanda e a Dinamarca (vitória dos dinamarqueses por 1-0). Ficámos a saber antecipadamente que haveria uma eliminação no próximo jogo.

As duas equipas defenderam muito bem, conseguiram estar muito bem transições. Trabalhámos com muita disciplina, talvez os ataques pudessem ser melhor planeados, mas o resultado foi o mais importante.

Lahm e Boateng estiveram muito bem nas marcações, não facilitaram nas suas costas e isso era muito importante no jogo frente a Portugal, que é muito forte nestas situações.

O Klose ainda tem de melhorar ligeiramente, competiu pouco, enquanto o Gomez jogou toda a temporada e para defender as suas qualidades só tenho de dizer que em uma oportunidade fez um golo.

Eu tenho de reclamar com o quarto árbitro, porque queria substituir o Gomez dois minutos antes, ele demorou muito tempo a fazer a substituição e deixou isto acontecer. O Gomez trabalhou muito na luta como Pepe e eu tinha de colocar um jogador mais fresco na frente.

Acho que para nós era melhor ter ocorrido um empate (entre Dinamarca e Holanda), porque agora a Holanda vai ter de nos ganhar. Não vi o jogo todo, mas vi muitas ocasiões de golo e achei impressionante não ter havido mais golos.

Ao intervalo, pedi para termos mais estabilidade defensiva, porque obrigámos o adversário a jogar com passes longos, e eu queria que tentássemos acelerar, mas os portugueses tentaram abrandar.

Este foi o primeiro jogo, ninguém sabe como vai entrar e acho que as duas equipas sofrem muita pressão num torneio destes. Se nós cometermos um erro, o Ronaldo ou o Nani podem fazer um passe e sofrermos um golo, por isso a nossa prioridade foi não arriscar demasiado. Agora vamos estar mais seguros.

[Mourinho] Disse-nos que os seus jogadores eram muito bons, deu os parabéns pela vitória e que foi um jogo muito difícil para as duas equipas. Temos uma boa relação por causa da utilização do Ozil e do Khedira, que ele desenvolveu de forma extraordinária”.

FONTE: Bomdia.lu

[ Euro2012: Portugal entra com o pé esquerdo… ]

Artigos relacionados

Últimos artigos