23.7 C
Bruxelas
8 Agosto 2022

O imigrante que se casou 150 vezes

Clique para ampliar O Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) anunciou a captura, na Grande Lisboa, de um cidadão estrangeiro condenado a quatro anos de prisão, por associação de auxílio à imigração ilegal e mais de 150 crimes de casamento por conveniência.

A detenção ocorreu no passado fim-de-semana, com o homem, condenado igualmente por associação criminosa, a ser conduzido no domingo ao Estabelecimento Prisional de Lisboa.

A captura deu-se na sequência de um mandado de detenção para cumprimento de pena, precisa o Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) em comunicado hoje divulgado.

A acusação que acabou na condenação do homem resultou de uma investigação do SEF, “que levou ao desmantelamento de uma das maiores redes transnacionais identificadas até ao momento, que atuava também em Portugal, dedicando-se ao auxílio à imigração ilegal através da celebração de casamentos de conveniência”.

Segundo o SEF, a rede “providenciava a legalização fraudulenta de cidadãos estrangeiros, recorrendo aos chamados casamentos rancos com cidadãs nacionais, que acediam à união em troco de contrapartidas monetárias”.

FONTE: Bomdia.lu

Artigos relacionados

Últimos artigos