18.8 C
Bruxelas
19 Agosto 2022

O adeus aos relvados do fenómeno Ronaldo

Clique para ampliar As homenagens a Ronaldo já começaram. O jogador brasileiro recebeu um relógio de luxo personalizado da CBF, entregue pelo presidente Ricardo Teixeira, no hotel onde a selecção brasileira está concentrada para o amigável com a Roménia, partida que marca a despedida oficial do fenómeno.


“Estou a tremer todo de nervos e emocão”, foram estas as palavras de Ronaldo antes do jogo que terá lugar terça-feira, em Brasilia.

O jogador está ansioso pela partida e admite que a melhor despedida seria com um golo. O avançado brasileiro revelou ainda que não se sente preparado para abandonar a selecção brasileira.

O seleccionador brasileiro, Mano Menezes, já adiantou que Ronaldo apenas irá jogar 15 minutos, entrando à meia-hora do primeiro tempo e jogando até ao intervalo, onde depois será brindado com outra homenagem da CBF.

Com 34 anos, Ronaldo disputou 104 jogos pela seleção principal e marcou 67 golos. Estreou-se aos 17 anos em 1994, com o técnico Carlos Alberto Parreira, na vitória por 2 a 0 sobre a Argentina, em Recife, substituindo Bebeto aos 35 minutos do segundo tempo. O fenómeno tem um balanço positivo com a camisa amarela: 73 vitórias, 22 empates e 9 derrotas. Nas 104 oportunidades em que Ronaldo esteve em campo, a seleção só não marcou em 13, a última delas justamente na derrota com a França no Mundial 2006.

Bomdia.lu

Artigos relacionados

Últimos artigos