1.8 C
Bruxelas
3 Dezembro 2022

Mudanças: Credores querem sangue novo no clube

Clique para ampliar Os dois principais credores do Sporting (BES e Millennium BCP) veem com bons olhos a eleição de um presidente que corte com o passado recente do clube em termos de dirigismo, particularmente com nomes que tenham integrado o Conselho Diretivo do clube desde a presidência de José Roquette (1996- -2000), apurou o CM.

Os bancos estão convencidos que só uma solução de rutura poderá inverter a tendência negativa que tem vindo a agravar–se nos últimos mandados e que, neste momento, já coloca em causa o normal funcionamento do clube.

Por outro lado, o CM sabe que existe muita expectativa por parte dos bancos financiadores em relação aos nomes que poderão avançar para as eleições. Mesmo não tomando partido na escolha dos candidatos, só darão apoio a nomes com experiência em gestão de empresas e elevada disponibilidade financeira (crédito junto da Banca), capaz de fazer frente às necessidades imediatas do clube, que, segundo Godinho Lopes já afirmou, são de 30 milhões de euros até final da temporada (junho).

Outro fator considerado determinante pelos dois principais credores do clube é a capacidade que o futuro presidente terá para atrair investidores fiáveis, que permitam concluir a reestruturação financeira. O Sporting precisa de garantir e pagar 40 milhões de euros de imediato, para ter um perdão da dívida de 60 milhões (o passivo bancário total é de 230 milhões).

Ler mais em: http://www.cmjornal.xl.pt/detalhe/noticias/sport/sporting/mudancas-credores-querem-sangue-novo-no-clube

[ Sporting tem de cortar quinze milhões ]

[ Godinho Lopes não será candidato às eleições ]

[ Banca abana cadeira da presidência a Godinho Lopes ]

Artigos relacionados

Últimos artigos