2.3 C
Bruxelas
3 Dezembro 2022

Mosteiro da Batalha

Em 1402 o projecto sofreu uma mudança radical, sendo a direcção das obras assumida por Mestre Huguet, arquitecto estrangeiro, provavelmente catalão, que dotou o Mosteiro da Batalha de uma matriz gótica flamejante.

 A este período corresponde o abobadamento dos espaços da igreja e da Sala do Capítulo, a construção da Capela do Fundador e, ainda, o início das obras das Capelas Imperfeitas. Pelos meados do século XV, construiu-se o Claustro de D. Afonso V, obra de Fernão de Évora, e que se filia no Gótico afonsino, corrente que rejeita a exuberância do estilo flamejante em benefício de linhas simples e austeras. No reinado de D. Manuel fecharam-se as janelas das galerias do claustro e retomaram-se as obras das Capelas Imperfeitas, projecto que se prolongou até à década de 30 do século XVI, já com a inclusão de elementos renascentistas, e que foi depois abruptamente abandonado pelas solicitações de outros monumentos no país.

 Depois de um longo interregno, o Mosteiro da Batalha viria a ser objecto de novas obras – estas já de restauro – a partir de 1840. Durante mais de cinquenta anos o Mosteiro foi sistematicamente restaurado segundo critérios de retorno forçado à traça medieval, facto que não permite hoje um melhor conhecimento deste monumento durante a Idade Moderna. Em 1980 foi transformado em Museu, e três anos depois inscrito pela UNESCO na lista de Património Mundial. Aqui funcionam duas oficinas de cantaria e de vitral, iniciativas que se fundem com os objectivos mais amplos de investigação e divulgação do próprio Museu ; na Batalha conserva-se, ainda, o mais importante núcleo de vitrais medievais portugueses, com uma campanha da primeira metade do século XV na capela-mor, e outra já da segunda década de Quinhentos na Sala do Capítulo.

© www.ippar.pt


Endereço : Mosteiro de Santa Maria da Vitória 2440-109 Batalha

Horário :

Outubro a Março : 9:00/17:00

Abril a Setembro : 9:00/18:00

Encerrado nos feriados de 1 de Janeiro, Domingo de Páscoa, 1 de Maio e 25 de Dezembro

Ingresso Normal : € 4.5

Jovens (15 a 25 anos) e reformados : € 2.25

Portadores do Cartão Jovem : € 1.8

Crianças até aos 14 anos : gratuito.

Domingos e feriados até às 14:00 : gratuito.

Telefone : +351 244 765 497 Fax : +351 244 767 184 E-mail mosteiro.batalha@ippar.pt

Loja : Publicações diversas, postais, material científico e didáctico, réplicas de peças das colecções e materiais de divulgação. Tel. +351 244 766 268

Acessos :

Por Estrada Nacional : EN 1, saída na Batalha. Por Auto-estrada : A 1, saída em Fátima ou Leiria.

Artigo anteriorMosteiro de Alcoba
Próximo artigoIgreja de Miranda

Artigos relacionados

Últimos artigos