16.9 C
Bruxelas
18 Agosto 2022

Moody’s corta o rating de Portugal para lixo

Clique para ampliar A Moodys cortou esta terça-feira o rating da dívida portuguesa para lixo (junk). A agência reduziu o rating em quatro níveis, de Baa1 para Ba2, que é considerado «especulativo» e de «não investimento».


Para além do corte, a Moodys diz ainda que não está posta de parte a possibilidade de um novo corte da notação.

Na origem da decisão da agência de notação financeira está o facto de existir um elevado risco de o país vir a precisar de um novo pacote de resgate antes de conseguir regressar aos mercados de capitais, e a probabilidade crescente de Portugal não conseguir financiar-se a taxas de juro sustentáveis nos mercados de capitais na segunda metade de 2013 e por mais algum tempo depois disso.

A Moodys compara assim Portugal à Grécia, admitindo ser provável que também no caso português se venha a precisar do envolvimento de investidores privados.

De acordo com a agência, o país enfrenta ainda “desafios enormes para reduzir a despesa, aumentar os níveis de cobrança de impostos, alcançar crescimento económico e apoiar o sistema bancário”.

Tanto a Standard & Poors como a Fitch atribuem actualmente à dívida nacional uma nota de BBB-, o último degrau antes de «lixo».

Bomdia.lu

Artigos relacionados

Últimos artigos