19 C
Bruxelas
8 Agosto 2022

Mo Yan vence Nobel da Literatura

Clique para ampliar O escritor chinês Mo Yan venceu nesta quinta-feira o Prémio Nobel da Literatura. O autor tem editado em tradução portuguesa apenas o romance ‘Peito Grande, Ancas Largas (Ulisseia). Aos 57 anos, o escritor é considerado um “dos mais famosos, banidos e muito pirateados de todos os escritores chineses”.

Mo Yan é considerado uma resposta da literatura oriental a Franz Kafka e Joseph Heller.
De acordo com o Comité Nobel, o escritor é premiado pela forma como “o realismo alucinatório emerge em contos populares, históricas e contemporâneas”.

Nascido na província de Shandong, em Gaomi, é natural de uma família de agricultores. Estudou durante a Revolução Cultural Chinesa e começou por trabalhar numa fábrica produtora de combustível.

A literatura entrou na sua vida através do ensino no Departamento de Literatura da Academia Cultura do Exército em 1984.

A sua obra assenta em comentários social e é influenciado quer pela crítica polícia de Lu Xun, quer pelo realismo mágico de Gabriel Garcia Marquez.

Ler mais em: http://www.cmjornal.xl.pt/detalhe/noticias/lazer/cultura/mo-yan-vence-nobel-da-literatura

Artigos relacionados

Últimos artigos