21.4 C
Bruxelas
17 Agosto 2022

Menos um milhão de livros vendidos

Clique para ampliar O mercado livreiro não escapa à crise e em 2012 as vendas de livros (excluindo os manuais escolares) em Portugal caíram em cerca de um milhão de unidades.

No total, no ano passado foram comprados 13,65 milhões de exemplares, com um volume de negócios superior a 149 milhões de euros. Este montante representa uma quebra de 9% (mais de 15 milhões de euros) face ao ano anterior, revelam os números da GfK Portugal, que refletem uma cobertura estimada entre os 75% e os 80% das vendas do mercado nacional de livros não escolares.

De acordo com a mesma fonte, no primeiro trimestre de 2013 foram vendidos três milhões de livros, em linha com os mesmos números dos três primeiros meses de 2012. As receitas obtidas de janeiro a março foram de 31,8 milhões, menos 1% (mais de 300 mil euros) face ao mesmo período do ano transato.

Estes dados revelam ainda que, quer em 2012 quer no início deste ano, a quebra no volume de negócios foi superior à registada em termos de exemplares vendidos, o que significa que as editoras estão a comercializar os livros por preços inferiores, refletindo, por exemplo, promoções mais agressivas.

Ler mais em: http://www.cmjornal.xl.pt/detalhe/noticias/lazer/cultura/menos-um-milhao-de-livros-vendidos

Artigos relacionados

Últimos artigos