18.4 C
Bruxelas
16 Agosto 2022

Marés vivas impedem banhos de norte a sul

Clique para ampliar Distritos de Lisboa e Leiria estiveram sob alerta amarelo do Instituto Português do Mar e da Atmosfera com as ondas a atingirem quatro metros de altura.

Ondas que atingiram os quatro metros de altura estragaram ontem o primeiro domingo de verão a milhares de banhistas de norte a sul. Os distritos de Lisboa e Leiria, que estiveram sob alerta amarelo do Instituto Português do Mar e da Atmosfera, foram os mais afetados. Em Carcavelos (Cascais), o mar agitado obrigou à intervenção dos nadadores-salvadores para resgatar seis banhistas. Também na região Norte, na zona do Porto, dezenas de praias estiveram com bandeira vermelha e interditas a banhos por causa da agitação marítima.

Foi contudo na Madeira que se verificou a situação mais complicada. Um banhista, de 37 anos, foi resgatado com recurso a uma mota de água, na praia do Arieiro, Funchal, quando se encontrava numa situação de pré-afogamento. No Algarve, a ondulação não motivou o hastear de bandeiras vermelhas. O vento forte, a lua cheia e o facto de se estar no solstício de verão terão contribuído para a agitação marítima e para o facto de o mar ter subido mais do que é habitual.

Ler mais em: http://www.cmjornal.xl.pt/detalhe/noticias/nacional/atualidade/mares-vivas-impedem-banhos-de-norte-a-sul

Artigos relacionados

Últimos artigos