6.8 C
Bruxelas
27 Novembro 2022

Mais de 5000 bombeiros no terreno esta terça-feira

Clique para ampliar Mais de 5.000 operacionais combateram terça-feira 262 incêndios em Portugal Continental, informa a Autoridade Nacional da Proteção Civil (ANPC), que alerta para a continuação de tempo propício à propagação de fogos florestais.

De acordo com o portal da ANPC, com valores atualizados às 20:45, desde as 00:00 de hoje ocorreram 262 incêndios no território continental.

Doze fogos estavam em curso às 20:45, incluindo seis mais significativos nos distritos de Guarda, Viseu, Porto e Lisboa, que mobilizam mais de 1.200 operacionais, apoiados por cerca de 300 viaturas.

Num comunicado divulgado às 19:30, a ANPC assinalava que o combate às chamas tinha envolvido até às 19:00 de hoje a intervenção de 5.248 operacionais e 1.421 veículos.

Segundo a autoridade, os incêndios mais complexos são o da Quinta da Sobreira/Cepões (Viseu), o da Azenha/Oliveira do Conde (Carregal do Sal, também no distrito de Viseu) e o de Carragozela (Seia, distrito da Guarda).

As chamas em Quinta da Sobreira lavram mato em quatro frentes, que estão a ser combatidas por 343 operacionais, com o apoio de 86 veículos. Foram empenhados para este incêndio dois helicópteros bombardeiros pesados, dois aviões bombardeiros pesados espanhóis e dois aviões bombardeiros pesados franceses.

Em Azenha, 272 operacionais, auxiliados por 59 viaturas, tentam controlar uma frente ativa, enquanto em Carragozela 212 operacionais, com 41 veículos, enfrentam duas frentes.

A Autoridade Nacional da Proteção Civil adianta que estão no terreno 24 grupos de reforço (626 bombeiros e 192 veículos), bem como cinco máquinas de rasto do Exército, duas máquinas de rasto da Força Aérea Portuguesa (FAP) e um helicóptero da FAP para ações de coordenação aérea.

A ANPC alerta que se mantêm “condições meteorológicas altamente propícias à propagação de incêndios florestais, com a manutenção de valores reduzidos de humidade relativa do ar e vento do quadrante Leste”.

FONTE: Bomdia.lu

[ Portugal recebe ajuda europeia para combater incêndios ]

Artigos relacionados

Últimos artigos