22.4 C
Bruxelas
10 Agosto 2022

Luanda já não é a cidade mais cara do mundo

Clique para ampliar Tóquio destronou Luanda e é hoje a cidade mais cara do mundo. Por outro lado, Karachi, no Paquistão, é a cidade com menor custo de vida. Lisboa tornou-se mais barata para quem vem do estrangeiro, descendo 22 lugares no ranking. A cidade portuguesa ocupa este ano a 108ª posição, num total de 214 cidades de todo o mundo.

São estas as conclusões do mais recente inquérito mundial sobre custo de vida das cidades à data de 2012. O estudo realizado pela Mercer mostra ainda uma queda generalizada das cidades europeias e, no sentido oposto, uma subida das cidades australianas e neozelandesas.

Seguindo-se a Tóquio, no Japão, e a Luanda, em Angola, está Osaka, também no país nipónico. O quarto lugar pertence a Moscovo, capital russa, sendo também a cidade mais cara da Europa. Genebra, na Suíça, ocupa o quinto lugar do ranking, seguindo-se Singapura e Zurique, que partilham a sexta posição.

A avaliação abrange 214 cidades, dos cinco continentes, e mede o custo de vida em cerca de 200 itens, onde se incluem o transporte, a alimentação, o vestuário, os bens de uso doméstico e de entretenimento, o custo de alojamento, entre outras despesas necessárias para quem vive naquela cidade não sendo de lá natural.

O presente estudo sobre o custo de vida é o mais abrangente a nível mundial e foi especialmente pensado para ajudar as multinacionais e os governos a determinar o valor dos subsídios de compensação a atribuir aos colaboradores que trabalham no estrangeiro.

Nova Iorque é considerada a cidade-base, pelo que o custo de vida das restantes é avaliado sempre com base na comparação com esta cidade norte-americana.

FONTE: Bomdia.lu

Artigos relacionados

Últimos artigos