24.8 C
Bruxelas
11 Agosto 2022

Leão continua de barriga vazia

Clique para ampliar Mais um empate. Virou moda na Madeira, depois do 1-1 frente ao Nacional, para a Liga, desta feita frente ao Marítimo (2-2), em mais uma exi-bição do Sporting muito aquém das exigências.

Os leões evitaram o desaire a dois minutos do final do jogo, num ataque improvisado, já em desespero, pelo improvável Xandão (golo de cabeça), que estava a jogar como ponta-de-lança para apoiar Wolfswinkel.

Cabeça foi o que faltou em muitos momentos ao Sporting. Vontade também, quando alguns jogadores tocaram na bola, quase sempre de forma desinteressada e displicente. Custa perceber como Elias pode ser titular numa equipa que à falta de qualidade colectiva precisa de encontrar na determinação um argumento de peso para vencer.

O Sporting abriu o jogo com um remate em arco ao poste de Viola, passou depois por apuros, com belas defesas de Marcelo, mas depois disso veio um excelente golo de Wolfswinkel para a vantagem dos leões.

Mas a equipa do Sporting não tem estofo para segurar vantagens e sofreu a reviravolta do Marítimo, com golos no coração da área, consentidos por uma completa anarquia no sistema defensivo. Boulahrouz lesionou-se, entrou Xandão e o brasileiro limitou os estragos, quando pairava no ar outra derrota, dada a superioridade do Marítimo, sobretudo na 2.ª parte.

Ler mais em: http://www.cmjornal.xl.pt/detalhe/noticias/nacional/actualidade/leao-continua-de-barriga-vazia

Artigos relacionados

Últimos artigos