21.4 C
Bruxelas
17 Agosto 2022

Infectados com VIH escondem doença à entidade patronal

Clique para ampliar A maioria dos portadores de VIH/sida com emprego esconde a doença da entidade patronal, sobretudo por receio de discriminação e despedimento, segundo as conclusões de um estudo português que inquiriu mais de 1.600 infectados.

Apenas 15% dos doentes com VIH/sida que estão a trabalhar disseram ter revelado a doença, com as mulheres e as pessoas mais escolarizadas a serem os que menos expõem o diagnóstico em contexto profissional.

“O receio de discriminação e de despedimento estão na origem deste comportamento”, refere Isabel Dias, coordenadora da obra “Diagnóstico da Infecção VIH/sida: representações e efeitos nas condições laborais”.

O livro, que é lançado na quarta-feira, espelha os resultados do estudo que acompanhou 1.634 infectados em 14 hospitais públicos portugueses, de diferentes regiões.

“Um estudo inédito, uma vez que não havia trabalho de investigação no domínio do contexto e condições laborais”, diz à agência Lusa a investigadora do departamento de sociologia da Faculdade de Letras da Universidade do Porto.

Ler mais em: http://www.cmjornal.xl.pt/detalhe/noticias/ultima-hora/infectados-com-vih-escondem-doenca-a-entidade-patronal

Artigos relacionados

Últimos artigos