2.6 C
Bruxelas
3 Dezembro 2022

Índia: Mulheres reclamam ‘direito a fazer xixi’

Clique para ampliar “O direito a fazer xixi”. É este o título de uma campanha lançada por uma Organização Não Governamental em Bombaim, da Índia. O objectivo é denunciar a degradação das cinco mil casas de banho públicas da cidade, que afecta sobretudo as mulheres.

Os activistas denunciam o mau estado dos sanitários públicos mas também a discriminação de que são alvo as mulheres, uma vez que são obrigadas a pagar para urinar enquanto os homens nada pagam.

“Cada vez há mais mulheres a trabalhar fora de casa, mas a maioria evita ir à casa-de-banho devido à sujidade. São obrigadas a aguentar, com o todo o stress que isso provoca, além do risco de sofrer infecções”, afirmou, citada pelo El Mundo, a activista Minu Gandhi, da ONG Apnalaya.

A ONG exige que as casas de banho sejam limpas, a sua utilização passe a ser gratuita e que sejam equipados com máquinas com toalhitas, tal como as que existem para preservativos.

“Na Índia, as mulheres têm reservados 33 por cento dos lugares nos transportes públicos. Por que não existem casas de banho públicas com a mesma filosofia”, disse Gandhi.

Ler mais em: http://www.cmjornal.xl.pt/detalhe/noticias/ultima-hora/india-mulheres-reclamam-direito-a-fazer-xixi

Artigos relacionados

Últimos artigos