16.9 C
Bruxelas
18 Agosto 2022

Indemnizações: CGTP arrasa proposta

Clique para ampliar A CGTP considerou esta quarta-feira “inaceitável” a proposta do Governo de redução do pagamento das indemnizações por despedimento dos actuais 20 para 12 dias por ano de trabalho, o que pode representar perdas para os trabalhadores na ordem dos 60 por cento.

“Isto pode levar a que os trabalhadores tenham reduções no valor do pagamento das indemnizações na ordem dos 30%, 40% e em alguns casos até de 60%. Isto não vai dinamizar a economia. Um trabalhador que receba uma indemnização tem que fazer os respectivos descontos para a Segurança Social e pagar os respectivos impostos ao Estado. Quanto menos receber, menos paga”, criticou o secretário-geral da intersindical CGTP, Arménio Carlos, em declarações à Lusa.

“Isto vai ter implicações sobre as receitas fiscais e sobre a Segurança Social, que vai ter menos dinheiro”, acrescentou. Para o líder da CGTP, esta proposta é “inaceitável e digna do século XVIII ou XIX”.

A proposta consta de um documento interno do Governo, avançada pelo Diário Económico, no dia em que se reúne a comissão permanente da concertação social.

Ler mais em: http://www.cmjornal.xl.pt/detalhe/noticias/nacional/economia/indemnizacoes-cgtp-arrasa-proposta

Artigos relacionados

Últimos artigos