16.9 C
Bruxelas
18 Agosto 2022

Incêndio em Ourém já destruiu habitações

Clique para ampliar O incêndio que lavra no concelho de Ourém, desde as 12 horas de domingo, tem três frentes ativas e os mais de 300 bombeiros envolvidos no combate às chamas tentam proteger as casas, “que estão muito espalhadas no terreno”.

Em Pederneira, as chamas atingiram dois anexos de duas casas, informou Joaquim Chambel, comandante distrital de Operações de Socorro de Santarém.

O responsável sublinhou que persiste a preocupação de proteger as casas, “que estão muito espalhadas no terreno”, mas adiantou ser possível afirmar que o combate às chamas” apresenta melhorias”.

O fogo ameaçou a povoação de Pederneira ao início da noite, depois de ter sido contido pelos bombeiros em Salgueira de Cima, Salgueira de Baixo e Salgueira do Meio.

A circulação ferroviária entre Vermoil, no concelho de Pombal, e Fátima, no concelho de Ourém, está interrompida desde as 19.27 horas, segundo a página da Internet da Proteção Civil.

“As chamas estão a ameaçar a povoação de Pederneira. Todos os meios no terreno têm como prioridade a defesa de casas e da população. Conseguiu-se conter as chamas nas localidades de Salgueira de Cima, Salgueira de Baixo e Salgueira do Meio”, informou o presidente da Câmara de Ourém, Paulo Fonseca.

O vento forte, a baixa humidade relativa do ar, a temperatura e o facto de à noite o combate deixar de contar com o apoio de meios aéreos “são motivos de grande preocupação”, sublinhou.

Até ao final da tarde, o combate às chamas obrigou à mobilização de quatro meios aéreos, dois helicópteros e dois aviões, e à requisição de máquinas de rasto ao Exército.

FONTE: Bomdia.lu

Artigos relacionados

Últimos artigos