31.6 C
Bruxelas
13 Agosto 2022

Há um suicídio a cada 4 horas

Clique para ampliar A cada quatro horas suicida-se uma pessoa em Portugal. Dados da Sociedade Portuguesa de Suicidologia indicam que nos últimos 29 anos (entre 1980 e 2009) puseram termo à vida 62 640 pessoas, verificando-se um aumento deste tipo de morte na última década. Porém, estes números podem ficar aquém da realidade, com os especialistas a admitirem que o problema é mais grave porque muitos suicídios não entram nas estatísticas. E actualmente há milhares de pessoas em situação risco.

O alerta foi feito por especialistas no encontro que decorreu segunda-feira, Dia Mundial da Prevenção do Suicídio, em Santiago do Cacém, uma das regiões onde a taxa de suicídio é maior.
No encontro participaram médicos, enfermeiros, técnicos de acção social, psicólogos e as equipas das Unidades Móveis de Saúde de Santiago do Cacém e de Odemira, que percorrem as freguesias dos dois concelhos junto das populações mais isoladas e sem acesso aos cuidados de saúde.

O médico de saúde pública Mário Jorge Santos, um dos fundadores da Sociedade Portuguesa de Suicidologia, que participou no evento, afirmou ao CM que actualmente há “milhares de idosos” que vivem isolados no Alentejo que estão em risco de suicídio.

“Estes idosos já viviam isolados, mas ficaram ainda mais sós quando perderam a televisão, única companhia que tinham, quando a televisão passou do sinal analógico para o digital, para o TDT”, sublinhou o especialista. Acrescentou que esta grave situação não afecta apenas os idosos alentejanos, mas “muitos milhares de idosos” de norte a sul do País.

Ler mais em: http://www.cmjornal.xl.pt/detalhe/noticias/nacional/sociedade/ha-um-suicidio–a-cada-4-horas

Artigos relacionados

Últimos artigos