3.8 C
Bruxelas
8 Dezembro 2022

Há trabalho no Brasil

Clique para ampliar O Brasil está a tornar-se num dos destinos de emigração mais apetecíveis para os portugueses que querem escapar à crise. Mas, embora o país ofereça múltiplas oportunidades, está longe de ser um poço de facilidades. É um mercado muito competitivo que necessita de profissões com elevadas qualificações. Samba e diversão há muito, trabalho e esforço também, revela o jornal Sol.

Segundo David Bernardo, fundador da página do Facebook “Empregos no Brasil para Estrangeiros” e organizador de uma conferência sobre o tema na Universidade Nova em Lisboa, no passado domingo, existem hoje cerca de 250 mil empregos disponíveis no país sul-americano. Um mercado que é uma oportunidade para os trabalhadores lusos. O promotor do evento estima que existam mais de 40 mil pessoas interessadas em trabalhar no Brasil, tendo recebido 1.500 currículos só nos últimos três dias.

Porém, o responsável esclarece alguns ‘mitos’ sobre trabalhar no país. Em primeiro lugar, a cultura de negócio é muito mais próxima da norte-americana do que da europeia. Depois, os brasileiros têm pouco conhecimento sobre as capacidades profissionais dos portugueses. «Não é chegar lá e ser logo contratado», adianta David Bernardo. «O mercado do Brasil é altamente competitivo e tem profissionais de grande valor. Não é fácil, mas também não é impossível», acrescenta.

Com crescimento económico dos últimos anos, o Brasil necessita de contratar profissionais estrangeiros para fazer face à procura dos sectores em expansão, como a construção ou a indústria petrolífera. «Por exemplo, o Brasil necessita de 60 mil novos engenheiros por ano para manter o crescimento, e só forma 30 mil».

O Brasil tem hoje uma grande necessidade de mão-de-obra nos sectores mais técnicos e que recorrem a profissionais com qualificações. As empresas que mais estão a contratar encontram-se nas áreas da construção, indústria naval, tecnologias de informação, marketing online, exploração petrolífera, turismo, consultoria, telecomunicações e agro-indústria.

David Bernardo aconselha que os interessados em trabalhar no Brasil entendam bem a cultura do país. Não devem demonstrar arrogância ou inflexibilidade. Devem compreender de forma correcta o processo de vistos e conseguir explicá-lo aos recrutadores, durante as entrevistas, caso a empresa não esteja familiarizada com os procedimentos.

FONTE: Bomdia.lu

Artigos relacionados

Últimos artigos