23.7 C
Bruxelas
8 Agosto 2022

GNR tenta encontrar avião que escapou aos F-16

Clique para ampliar A GNR informou esta segunda-feira que vai continuar o patrulhamento de áreas propícias à aterragem de aeronaves na zona da Guarda, depois de, no domingo, um avião não identificado ter sido interceptado por dois F-16 da Força Aérea Portuguesa (FAP).

“A GNR encetou ontem [domingo] diligências, que não deram resultado. Hoje, dentro da missão normal das patrulhas, continuará o patrulhamento em zonas propícias à aterragem deste tipo de aeronave”, disse à agência Lusa fonte do Comando Territorial da GNR da Guarda.

Segundo a mesma fonte, após notificação da FAP, a GNR enviou para os locais identificados “como zonas de aterragem” de aviões ligeiros “seis patrulhas, com 12 elementos, para confirmar a eventual existência” da aeronave.

“Foram rastreados dois locais no concelho do Sabugal e um no concelho de Almeida, não tendo sido localizada qualquer aeronave até ao momento”, adiantou, sublinhando tratar-se “da primeira vez que a GNR é alertada para uma situação” deste género.

A mesma fonte admitiu a possibilidade de a aeronave ter aterrado, naquela zona de fronteira, em território espanhol.

Dois aviões F-16 da Força Aérea Portuguesa (FAP) interceptaram no domingo um avião ligeiro não identificado na zona da Guarda, junto à fronteira, após um alerta das autoridades espanholas.

De acordo com o porta-voz da FAP, tenente-coronel Rui Roque, o alerta das autoridades espanholas foi dado às 04h50 da madrugada, após Espanha ter interceptado uma aeronave ligeira, de dois lugares, não identificada.

No âmbito do sistema de defesa aérea, um avião militar espanhol acompanhou a aeronave ligeira a partir das imediações do Golfo de Cádis, no extremo sul do país, até à zona de fronteira com Portugal, mas teve de abandonar a missão, por falta de combustível.

Ler mais em: http://www.cmjornal.xl.pt/detalhe/noticias/nacional/portugal/gnr-tenta-encontrar-aviao-que-escapou-aos-f-16

Artigos relacionados

Últimos artigos